Um idoso de 69 anos morreu nesta quarta-feira (11) com suspeita de febre amarela em Ubatuba (SP). Se confirmado, será o segundo óbito em decorrência da doença na cidade em 2018. Ao todo, a cidade tem 11 casos suspeitos da doença.

O paciente, que morava no Camburi, deu entrada já em estado grave nesta quarta-feira (11) na Santa Casa. Ele não resistiu aos sintomas e faleceu durante a noite. Segundo a Prefeitura de Ubatuba, ele não havia se vacinado contra febre amarela.

Os exames laboratoriais do Instituto Adolfo Lutz irão apontar o diagnóstico de febre amarela. A previsão é de que os resultados saiam em cerca de dez dias.

A cidade tem uma morte confirmada pela doença em 2018: um homem de 41anos, morador do bairro Ubatumirim, que faleceu no dia 2 de abril.

Segundo a prefeitura, a vítima havia procurado atendimento médico e inicialmente foi diagnosticado com virose. Dias depois, o estado de saúde do homem piorou e ele retornou à Santa Casa no domingo (1º). Ele não resistiu aos sintomas e faleceu. A vítima também não havia se imunizado.

Vacinação

Segundo a Prefeitura de Ubatuba, apenas 53% da população havia sido vacinada contra febre amarela, enquanto a meta é chegar a 95%.

Veja como se vacinar em Ubatuba

As ações de vacinação continuam nesta semana de forma itinerante e fixa em 28 postos de saúde. Também é possível tomá-la no Centro de Especialidades Médicas (Postão), na av. Rio Grande do Sul, 710, das 8h ao meio-dia.

Os postos Itamambuca, Puruba, Umuarama, Perequê-Açu, Ipiranguinha, Marafunda, Sertão da Quina e Perequê-Mirim também funcionam com horário estendido, das 8h às 20h, e a tenda do Calçadão do Centro realiza a vacinação todos os dias entre 9h e 19h, de segunda a sábado.