As sociedades das formigas são organizadas por divisão de tarefas, muitas vezes chamados castas. As tarefas podem ser distribuídas pelo tamanho e/ou pela idade do indivíduo. A reprodução é destinada a rainha.

As principais espécies de ocorrência no ambiente domiciliar estão descritas abaixo.

 

Nome científico: Atta spp.

Nome comum: Formiga saúva.

 

Aspecto: é uma formiga cortadeira, que corta pedaços de material vegetal (folhas e flores). Tem a cor avermelhada e tamanho varia de aproximadamente de 1,5 a 24mm. As formigas operárias vivem em média de 2 a 6 meses e as rainhas, 20 anos.

Hábitos: vivem da coleta de vegetais para a produção de um fungo que lhe serve de alimento. Constroem formigueiros em gramados, canteiros, calçadas, praças e jardins.

 

 

Nome científico: Camponotus spp.

Nome comum: Formiga carpinteira, formiga doceira.

 

Aspecto: as operárias maiores podem ser bastante grandes e são chamadas de soldados. Estas podem medir até 17mm de comprimento e as menores, 3mm. As espécies variam em coloração, sendo encontradas do amarelo claro ao preto. Possuem somente um nó na cintura e um círculo de pelos na abertura anal.

Hábitos: normalmente atacam madeiras que foram afetadas por fungos, ou madeiras mortas de árvores, apesar de não comerem a madeira. Dentro da casa, normalmente se alimentam de doces, ovos, carnes, bolos, etc. As operárias percorrem distâncias que atingem até 90m do ninho em busca de alimentos, sendo que podem penetrar por portas, janelas, vasos, etc. Constroem seus ninhos em cupinzeiros, em madeira morta e úmida ou formam montes de terra na entrada de seus ninhos.

 

 

Nome científico: Linepithema humile

Nome comum: Formiga argentina.

 

Aspecto: é bem-sucedida em regiões de clima mediterrâneo e subtropical, porém em regiões de climas temperado, tropical ou de aridez excessiva parece ser incapaz de se dispersar e sobreviver. A rainha mede aproximadamente 6 mm e possui coloração escura com as pernas e antenas avermelhadas. O macho mede 3mm, é alado e negro. As operárias medem 2,5 mm com cabeça e tórax castanho claro e possuem apenas um nó no pedicelo. Existem várias rainhas, larvas, pupas e operárias e apenas alguns machos.

Hábitos: alimentam-se de substâncias açucaradas, carnes, insetos mortos, sumo de frutas. As colônias podem ser encontradas no solo, em floreiras ou dentro das residências, sob frestas de paredes. Preferem nidificar em ambientes úmidos, como box de chuveiro e sob pias.

 

Nome científico: Paratrechina longicornis

Nome comum: Formiga louca.

 

Aspecto: possui em média 3,5mm de comprimento. As pernas são de tamanho desproporcional ao tamanho do corpo. As antenas possuem 12 segmentos e o primeiro segmento é duas vezes maior que a cabeça. A coloração varia de marrom escura a preta. O nome formiga louca se refere ao hábito de andar aparentemente sem senso de direção.

Hábitos: alimentam-se tanto de substâncias adocicadas quanto de insetos. Podem entrar por janelas, frestas e portas à procura de alimento. Podem ser encontradas tanto dentro quanto fora das construções. Ocupam tanto os locais secos quanto os úmidos. As colônias são encontras sob calçadas, dentro de caixas de registro de água localizadas no chão, em jardins e sob pedras. Qualquer fresta pode servir de abrigo para o ninho.