Pertencem ao Filo Arthropoda, Ordem Hymenoptera e todas as espécies fazem parte da Família Formicidae.

Existem aproximadamente 18.000 espécies de formigas. No Brasil, são cerca de 2.000 espécies, sendo o país com a maior diversidade de formigas das Américas.
Características Gerais

Anatomicamente, as formigas apresentam três pares de pernas, um par de olhos compostos, um par de antenas e um par de mandíbulas. O par de mandíbulas compõe o seu aparelho bucal mastigador, essencial para o seus hábitos de vida.

Quanto à alimentação, pode-se dizer que varia conforme a espécie. As formigas cortadeiras, por exemplo, alimentam-se de fungos que cultivam em seu formigueiro. Enquanto isso, outras espécies utilizam seiva de plantas, néctar, carapaças de insetos e restos de alimentos humanos para sua alimentação.

As formigas, como outros insetos, se comunicam através de feromônios, uma substância química que provoca reações específicas entre indivíduos da mesma espécie. Assim, elas podem deixar um sinal químico que serve de alerta ou aviso para outras formigas.

A colônia das formigas

As formigas são insetos holometábolos, ou seja, apresentam metamorfose completa. Elas passam pelos estágios de ovo, larva, pupa e adulto.

As formigas também são insetos sociais que vivem em colônias, onde os indivíduos fazem as divisões das tarefas. Em uma colônia encontramos a rainha, as operárias e os machos.

Todos os indivíduos passam pela fase de ovo, larva, pupa e adulto. Entretanto, o que determina se a larva fêmea se tornará rainha ou operária é quantidade e qualidade do alimento que receberá nesta fase. As que serão rainhas recebem maior quantidade de alimento e de melhor qualidade.

Quanto às funções na colônia, as operárias são responsáveis pela construção, manutenção e limpeza do ninho, cuidado com a prole e defesa.

Ao macho cabe apenas a função reprodutiva. Eles permanecem no ninho até o vôo nupcial, quando procuram uma fêmea reprodutiva. Após isso, eles morrem, mesmo que não tenham copulado.

O habitat das formigas

As formigas vivem em colônias. Elas conseguem habitar praticamente todos os ambientes, com exceção dos polos terrestres.

As formigas cortadeiras constroem grandes ninhos no subsolo, que podem se estender por vários metros. Outras espécies constroem seus ninhos em pequenos pedaços de madeira sob o folhiço da floresta. Também podem ser encontradas em copas de árvores, frutos secos e folhas em decomposição. Além daquelas encontradas em ambiente urbano.
Curiosidades

Podem existir mais de oito milhões de formigas em apenas um hectare de floresta de terra-firme na Amazônia;
Algumas espécies de formigas são utilizadas na alimentação dos seres humanos. Nesse caso, elas são torradas;
O estudo das formigas denomina-se mirmecologia.

 

Fonte: Toda Materia